Sia Kate Isobelle Furler. Soa familiar? Você pode até não lembrar da aparência, mas tenho certeza que já ouviu grandes sucessos compostos por ela. Sia, o sucesso que não mostra o rosto é australiana, tem 40 anos, é cantora e compositora e se casou há pouco tempo com Erik Anders Lang.

Por que?

Uma das características de Sia é sua aversão às aparições públicas. Pois é, ela não tem a menor vontade de desfrutar de toda a fama e faz diversas apresentações com o rosto coberto pela peruca e até mesmo de costas para o público. Como ela mesmo diz, ela quer e gosta de ser “apenas uma voz”, pois quer ser reconhecida pelo talento musical e não pela aparência física. É compreensível, já que quem está no mundo do entretenimento tem sua privacidade totalmente invadida. E de acordo com Sia, ela viu diversas coisas acontecerem com seus amigos que também estão nessa indústria que ela não quer de jeito nenhum para a vida dela. Mas talvez seja um pouco tarde para essa decisão… haha

cantora Sia

Sia mostra seu talento musical desde muito tempo atrás, quando lançou seu primeiro álbum com o título “Only See” em 1997 e assinava como Sia Furler. Depois lançou “Healing is Difficult” (2001), “Colour the Small One” (2004), “Some People Have Real Problems” (2008) e”We Are Born” em 2010, infelizmente todos poucos conhecidos mas sempre fiéis aos sentimentos de Sia.

álbuns cantora Sia

Nem sempre Maddie Ziegler foi a estrela dos clipes de Sia. O single “The Girl You Lost to Cocaine“, que pertence ao álbum “Some People Have Real Problems“, de 2008, é inteiramente interpretado por Sia e até algumas capas levaram sua imagem. Desde lá já dá pra notar que ela não é uma artista como outra qualquer, confira abaixo:

Sucessos de Sia

Sua carreira teve aquele “empurrãozinho” em 2011, quando lançou a música “Titanium” juntamente com o DJ francês David Guetta. Em 2014 obteve ainda mais sucesso quando lançou o hit “Chandelier“, que por sinal teve quatro indicações ao Grammy Awards. Foi aí então que lançou o álbum de sucesso “1000 Forms of Fear“. O álbum contém 12 faixas e as músicas que se tornaram singles foram: “Chandelier”, “Elastic Heart” e “Big Girls Cry”. Nos três singles a cantora não aparece no vídeo, mas é a garota de doze anos, Maddie Ziegler, que representa brilhantemente os sentimentos da australiana. Mas a lista de músicas compostas por Sia que já estiveram no topo das paradas é extensa e tenho certeza que você conhece muitas delas. Quer ver só?

“Cannonball” – Lea Michele

“Diamonds” – Rihanna

“Flashlight” – Jessie J (amo! <3)

“Perfume” – Britney Spears

“Pretty Hurts” – Beyoncé

“You Lost Me” – Christina Aguilera

“Radioactive” – Rita Ora

Tenho certeza que você conheceu pelo menso uma música dessa lista! haha Ocorreu uma certa polêmica em relação à música “Pretty Hurts“. Diz Sia que a música foi originalmente escrita para Katy Perry. Como Katy não viu o e-mail sobre a canção, a australiana apresentou a música à Rihanna, mas sua equipe também não caiu de amores. Oito meses depois, a canção chegou até Beyoncé, que não pensou duas vezes. Rumores dizem que Rihanna ficou chateada com o ocorrido, mas para não piorar a situação, Sia ofertou “Diamonds” para Rihanna. Bom, agora sabemos que deu certo e todos ficaram felizes, né?!

Lembro de assistir a primeira temporada de The Voice USA, e adivinha quem foi a técnica assistência da Aguilera? Sia! A australiana é uma das melhores amigas da Xtina e foi convidada pessoalmente para trabalhar no álbum “Bionic“. Sia compôs as músicas “All I Need“, “I Am“, “Stronger Than Ever” e “You Lost Me“.

cantora Sia e Christina Aguilera The Voice

Em novembro de 2015, Sia lançou o single “Alive“, pertencente ao seu sétimo álbum chamado “This Is Acting“, que foi lançado em janeiro de 2016.

Sia this is acting album

Esse álbum é inteiramente composto por canções que foram rejeitadas por outras cantoras como Adele, Jessie J, Demi Lovato, Rihanna, Jennifer Lopez, Katy Perry, Shakira e até pela própria Sia. “Alive“, por exemplo, foi rejeitada pela diva da Adele e também pela Rihanna. Será que agradecemos a rejeição ou não? hahaha Sem dúvidas que a música na voz da Sia tem uma energia contagiante.

De acordo com a cantora, as canções foram rejeitadas por não falarem sobre algo que as cantoras estariam sentindo naquele momento, então seria necessário atuar, daí a origem do nome do álbum (tradução: “isso é atuar”). Agora em março, Sia lançou o single “Cheap Thrills” (que adorei a batida, btw). Lembra da fofa da Maddie Ziegler que arrasou nas coreografias dos clipes “Chandelier” e “Elastic Heart“? Pois é, ela está de volta com o mesmo brilho de sempre e acompanhada de mais dois bailarinos. Dessa vez, Sia aparece no vídeo mas fica no fundo do cenário com seu rosto coberto.

Como todo mundo têm problemas, com Sia não é diferente. A cantora sofre de Doença de Basedow-Graves (ou Doença de Graves), que é uma anomalia no funcionamento das glândulas da tireóides causada pelo próprio organismo, ou seja, autoimune. Por ser uma das principais causas de hipertiroidismo, pode causar inchaços na região dos olhos.

cantora Sia

Já há quem considere que para ter um álbum de sucesso, o mesmo deve ter pelo menos uma música composta por Sia. Que poder, hein?! Suas canções fazem tanto sucesso que a cantora não esconde: com o lucro de “Wild Ones” (lançada por Flo Rida), ela comprou um sofá. Já com “Perfume” ela comprou cortinas, mas o ápice foi a casa que comprou com o resultado do sucesso de “Titanium“. Sia deixa claro para todos que compõe bastante músicas para outros cantores por causa do dinheiro sim, pois ela quer garantir uma boa condição de vida para o futuro, além de não gostar de realizar divulgações intensas e muito menos de fazer turnês (para nossa tristeza).

Mostrando o rosto ou não, o mundo todo já sabe a quem pertence essa voz poderosa e com certeza, amamos o trabalho dela! E você, já ouviu o álbum “This is Acting“? Me conta nos comentários quais suas músicas favoritas dela! 

Compartilhar: