Falar de música é uma das coisas que mais gosto, não só por ser violinista, mas porque a música está presente na minha vida desde criança e é algo que me inspira muito. Não consigo (e nem quero) imaginar  como seria minha vida hoje se eu não tivesse essa conexão musical. Então resolvi apresentar à vocês uma artista incrível, super talentosa, criativa, com um modo de vestir exótico, que toca e dança muuuuito: conheça a violinista Lindsey Stirling! 

violinista Lindsey Stirling

Lindsey é uma jovem de 29 anos, que além de violinista é também dançarina, cantora, compositora e missionária. Ela começou a estudar violino bem novinha, aos cinco anos, e foi com 16 anos que participou de uma banda de rock, chamada de “Stomp on Melvin“. Nesse momento, Lindsey escreveu várias canções para violino solo. Mais tarde, lá por 2007, Linds criou um canal no Youtube para postar vídeos em que ela fazia covers e dançava. A música sempre foi parceira de Lindsey, ainda mais nos momentos mais difíceis da vida dela, que foi na adolescência, quando teve problemas de distúrbios alimentares. Hoje ela fala desse assunto com tranquilidade, mas foram anos trabalhando com a aceitação pessoal. Além de espalhar muito talento por aí, Lindsey é uma grande inspiração para despertar nos jovens e adultos a vontade de tocar violino ou se envolver com o mundo musical.

These #brazil shows are rockin. Thanks so much São Paulo.

A post shared by Lindsey Stirling (@lindseystirling) on

Lindsey foi apresentada ao mundo quando participou do programa America’s Got Talent, em 2010. Apesar de cativar o público, os jurados foram rudes com Linds, dizendo que ela não era boa o suficiente para tocar e dançar ao mesmo tempo, que para fazer sucesso ela precisaria estar em um grupo musical e até mesmo que o mundo não precisava de um violino elétrico. Pensa que Lindsey desistiu de seu sonho? Ela ficou sim muito triste, mas transformou as críticas em força e confiança para continuar seguindo seus sonhos. Com toda a dedicação que Lindsey tem com seu trabalho, não poderia não dar certo, pois é algo que nunca foi visto antes. Como ela mesmo disse em uma entrevista ao G1, “São experiências difíceis, que quase destroem seu espírito, mas que fazem você querer lutar pelo que você quer, sabe?”. Mas sabe qual a melhor parte? Em 2014, Lindsey foi convidada para tocar no America’s Got Talent! Ela performou “Shatter Me” e como era de se esperar, foi intensamente aplaudida e os quatro jurados se levantaram! Desde então, Lindsey cresceu cada vez mais, tanto no Youtube como no aumento de seu público, que fez com que ela viajasse o mundo todo para levar sua música. Abaixo, você pode conferir como foi a apresentação dela em 2010 e tirar suas próprias conclusões, e logo após, a volta ao programa como convidada:

Lindsey não é simplesmente uma violinista, ela dança lindamente enquanto toca. Acredita que ela nunca teve aula de dança ou ballet, até quatro anos atrás?  Mas a sua música também é diferente, uma mistura de hip hop e rock com base de dubstep, que é um dos gêneros de música eletrônica. A popularidade de Linds ficou cada vez maior devido aos covers de trilhas sonoras geeks, como Assassin’s Creed, Zelda, Skyrim, Dragon Age, Halo, Game of Thrones, Senhor dos Anéis, Star Wars e muito mais. Entre esse vídeos, Linds também produziu vários clipes de composições próprias, que são igualmente incríveis, tanto na produção dos vídeos quanto na melodia. Lindsey está tão requisitada que recentemente, teve a oportunidade de se apresentar com Celine Dion! Legal, né? 

violinista Lindsey Stirling

Lindsey Stirling já lançou dois álbuns de estúdio, o “Lindsey Stirling” em 2012, e o álbum “Shatter Me“, em 2014. No primeiro álbum, o single que deu o pontapé inicial ao seu posterior sucesso, foi “Crystallize“, que só pra ter uma ideia, já tem 152.658.183 visualizações. O álbum vendeu mais de 350 mil cópias só nos EUA, atingiu a primeira posição de música eletrônica na Billboard e ficou na 22ª posição no top 200 também da Billboard. Já com o segundo álbum, “Shatter Me“, Lindsey atingiu a segunda posição no top 200 da Billboard! O álbum teve colaborações de Lzzy Hale e Dia Frampton, nas canções “Shatter Me” e “We Are Giants“, respectivamente. “Shatter Me” é uma das minhas canções favoritas e o álbum todo é muito energizante e inspirador, realmente vale a pena ouví-lo!

A evolução de Lindsey é nítida, ela desenvolveu novos movimentos, melodias, tem uma banda que a acompanha nas tours, conquistou fãs em todos os continentes, mas uma coisa continua a mesma: a simplicidade. Lindsey Stirling é uma pessoa muito simpática, carismática, presente na família, religiosa (ela é mórmon e frequenta a igreja todo domingo) e sem dúvidas muito grata à Deus pelo seu talento e pela oportunidade de mostrá-lo ao mundo. Ela une a música e dança sem precisar expor seu corpo, o que é de grande valia na atualidade. Isso sem falar no carinho e atenção que ela tem com os fãs. Ter mais de 8 milhões de inscritos no Youtube não fez com que ela esquecesse as pessoas que a apoiam. Acreditem, não falo isso da boca pra fora, vejo Linds frequentemente visitando todas as páginas oficializadas de fãs clubes e respondendo os questionamentos dos fãs, além de fazer concursos culturais para presentear os participantes. Ela é o amor em pessoa, sério, muito fofa! Ah! Um terceiro álbum já está à caminho, intitulado “Brave Enough“, com data de lançamento prevista para 19 de agosto. Embora tenha ainda mais de um mês, Linds já está promovendo seu novo álbum com o single “The Arena“, que está incríveeeeel!

Além de todo esse sucesso musical, Lindsey Stirling e sua irmã Brooke S. Passey, escreveram um livro juntas chamado “The Only Pirate At The Party“, onde ela conta detalhes de toda a sua jornada até os dias de hoje. Apesar de todas as dificuldades que enfrentou, Lindsey tem uma mensagem inspiradora e positiva no livro, que diz basicamente que não tem problema em “ser o único pirata na festa”, que você pode ser você mesmo em qualquer lugar e que sempre terão pessoas ao seu redor que irão te amar pelo o que é. Até o momento, o livro só está disponível no idioma inglês e você pode comprá-lo aqui. O livro tem várias imagens pessoais da Lindsey e parece que você está conversando com ela, é uma leitura bem natural. Ainda não terminei de ler, mas pode ter certeza que farei resenha aqui no blog! haha E para quem está se perguntando, Lindsey veio ao Brasil em abril de 2015 para realizar show no Rio de Janeiro, São Paulo e Porto Alegre. Além de curtir o espetáculo maravilhoso, os fãs tiveram a oportunidade de conhecê-la no meeting e greeting. Abaixo, mais uma das minhas canções favoritas de Lindsey Stirling.

Eu poderia ficar falando da Lindsey horas e horas, e acreditem, eu quero! Até porque o post ficou gigante, né?  hahahaha Sou MUITO fã dela, acompanho o trabalho por muitos anos e é uma inspiração pra mim, tanto como violinista como pessoa!  Por isso, quero todo mundo seguindo-a nas redes sociais e apreciando essa ótima música (que está muito difícil hoje em dia, né? rs) que ela se entrega inteiramente para compor e oferecer à nós. Como disse anteriormente, Linds tem um ótimo contato com os fãs e oficializou uma página no Facebook por país. Você pode curtir a página oficial do Brasil aqui, além do Twitter, Tumblr e Youtube. Além claro, de seguí-la nas redes pessoais dela: Instagram, Youtube, Twitter, Facebook, Spotify e website. Me contem nos comentários se vocês já conheciam a violinista Lindsey Stirling e o que acharam desse estilo de música. Beijo! 

Compartilhar: